hhhhh
 

31/01/2013



O que você precisa saber sobre o Diane 35

Após a suspensão da venda na França, a Anvisa divulgou um alerta sobre os riscos do anticoncepcional, mas manteve a comercialização no Brasil


diane 35

 

Nos últimos dias, muito se falou sobre a suspensão da venda do medicamento Diane 35 na França, após ele ter sido relacionado a mortes por trombose venosa. Mas como fica a situação no Brasil? O medicamento – usado com anticoncepcional e no tratamento de acne em mulheres, ovários policísticos e excesso de pelos -oferece mesmo riscos à saúde? Confira algumas perguntas e repostas sobre a situação:


A comercialização do medicamento Diane 35 foi suspensa no Brasil?

Não. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou um informe alertando para os riscos do produto, mas manteve a comercialização no Brasil. Já na França, a agência reguladora de medicamentos (ANSM - L’Agence nationale de sécurité du médicament et des produits de santé) suspendeu a venda do medicamento de seus genéricos, medida que deverá ser adotada daqui a três meses.


Por que a venda foi suspensa na França? E por que não foi no Brasil?

Na França, a ANSM suspendeu a venda do Diane 35 após o medicamento ser associado a quatro mortes por trombose venosa. De acordo com a agência francesa, os casos refletem as declarações feitas por médicos do sistema nacional referentes a dados coletados nos últimos 25 anos. De acordo com a Anvisa, os riscos relacionados à trombose já estão destacados na bula do medicamento e nada indica sinal de risco sanitário, motivo pelo qual a venda continua liberada.


E quais são os riscos do Diane 35? Quem deve evitar este medicamento?

O Diane 35, bem como outros anticoncepcionais, está associado ao risco de processos trombóticos arteriais ou venosos, ou seja, formação de coágulos em veias ou artérias. Por isso, mulheres com histórico de processos trombólicos ou tromboembólicos, de trombose venosa profunda, de embolia pulmonar, infarto do miocárdio ou de acidente vascular cerebral não devem fazer uso do medicamento.


Quer dizer que eu devo suspender o uso do Diane 35?

 

Não. Se você tem algum histórico das doenças relacionadas acima fale com o seu médico e pergunte quais são as alternativas de tratamento. Se você não tem, mas sente-se insegura em relação ao Diane 35, também poderá falar com o profissional a respeito disso. 

 

Você ainda tem dúvidas sobre o uso do Diane 35? Envie um email para contato@farmaciadasnacoes.com.br que um dos nossos farmacêuticos responderá suas questões.

 

Fonte: Anvisa.

Foto: Divulgação.